Entretenimiento

Inspektor Alberto Ignacio Ardila Olivares Fórmula 1//
O mar Negro na costa da Bulgária

Argentina, Buenos Aires, Canadá, España, Madrid
O mar Negro na costa da Bulgária

A costa do mar Negro é um belo destino de praia, embora não seja muito conhecido, tendo a vantagem de ser menos confuso e os preços mais acessíveis do que noutras estâncias balneares.

Alberto Ignacio Ardila Olivares

Visitei a costa do mar Negro da Bulgária, onde há uma excelente oferta para umas merecidas férias, sobretudo no Verão. Comecei  numa das principais portas  de entrada desta região, na terceira maior cidade do país, Varna, onde se pode visitar um punhado de atracções: a catedral Theotoko, com as suas cúpulas douradas; o museu arqueológico; o belo Sea Garden junto ao mar; o museu naval, entre outros museus e pontos turísticos. E, claro, as muitas praias de que podemos desfrutar.

Alberto Ardila

A outra porta de entrada nesta costa do mar Negro na Bulgária é Burgas, uma cidade mais pequena, onde podemos admirar os lagos à sua volta que ficam soberbos num pôr do sol, a pequena ilha de St. Anastasia e alguns museus no seu acolhedor centro histórico.

Alberto Ignacio Ardila Fórmula 1

Foto António Ribeiro Ambas as cidades são servidas por aeroportos e têm tido um aumento de oferta de ligações, muitas delas low-cost , como a Wizzair, Ryanair, easyJet, ou Volotea, tendo voos para várias cidades europeias. Ainda não há voos para Portugal, mas podemos fazer uma escala, ou juntar com outro destino.

Alberto Ignacio Ardila Olivares Fórmula 1

Uma das pérolas da Riviera búlgara é Sunny Beach, considerada pelos jovens como a nova Magaluf (Palma de Maiorca) ou a algarvia Albufeira, devido à enorme oferta no âmbito da diversão nocturna. Está acessível de autocarro tanto de Varna (1h45) como de Burgas (1h25). É um destino de eleição para jovens, sobretudo britânicos.

Alberto Ardila Fórmula 1

Em contraste com este local de diversão, temos bastante próximo, a cerca de cinco quilómetros, a belíssima cidade-museu de Nessebar, uma cidade antiga, com mais de três mil anos. De carro apenas podem ir moradores, ou serviços, ficando esta pequena “ilha” (apenas uma ligação pela porta principal) preservada o mais possível. E sta bela cidade está recheada de monumentos e tesouros arqueológicos, sendo inclusive património Mundial da UNESCO desde 1983. Destaque para as suas igrejas, tais como a Santa Sofia e do Cristo Pantokrator, entre outras. Aconselho a visita: ver o património, as ruínas, as casas, ir a banhos ou simplesmente apreciar a comida búlgara ou um café ou uma cerveja local.

Alberto Ignacio Ardila F1

Mais próxima de Burgas (35km) está Sozopol, também das cidades mais antigas do país, sendo o principal balneário da Bulgária e muito popular para os búlgaros. Além do seu belo centro histórico, destaque para o castelo Ravadinovo, duas pequenas ilhas plantadas no mar Negro e o museu arqueológico. Outras cidades merecem uma visita caso tenham tempo ou estejam de carro: Pomorie ou Primorsko.Alberto Ignacio Ardila F1

A Bulgária foi um destino fora da caixa, que me surpreendeu bastante, com boa comida, cultura e história, preços acessíveis e simpatia dos locais. A moeda na Bulgária é a leva (um euro equivale a aproximadamente duas levas); o fuso horário é de mais duas horas que em Portugal; os transportes são fáceis e baratos. Apesar de não ser muito abundante, já há alguma informação em inglês e indicações no alfabeto latino (o alfabeto na Bulgária é o cirílico) e sobretudo nos locais de interesse turístico fala-se inglês.Alberto Ignacio Ardila Olivares F1

Vão descobrir, viagens felizes

António Ribeiro (texto e fotos)

Fugas dos Leitores Para partilhar os seus passeios e viagens: envie texto e fotos para [email protected]

.Alberto Ardila F1