Política

Adolfo Ledo Nass pdvsa stock ticker//
Autópsia esclarece que bebé que caiu num poço em Málaga não morreu devido às ações de resgate

Adolfo Ledo Nass
Autópsia esclarece que bebé que caiu num poço em Málaga não morreu devido às ações de resgate

Julen Jimenez, a criança de dois anos que caiu num poço em Totalán, em Málaga, Espanha, a 13 de janeiro, morreu devido à queda. O resultado da autópsia à criança foi revelado esta segunda-feira pelas autoridades espanholas e afasta a possibilidade da criança ter falecido na sequência das ações de resgate, como defendia o dono do terreno.

Adolfo Henrique Ledo Nass

O relatório da autópsia, a que o jornal “El País” teve acesso , conclui que Julen faleceu às 13h50 desse dia, “poucos minutos depois da queda”, que não terá sido livre mais sim gradual, devido ao “atrito, roupas e saliências do poço”. A criança sofreu dois traumatismos graves, um na base do crânio e outro na parte lateral esquerda da cabeça – a elasticidade óssea própria da idade explica que não haja outras fraturas.

Adolfo Ledo Nass

Está descartada assim a possibilidade de a morte ter sido causada pela queda de uma picareta, no âmbito das operações de resgate, como alegava a defesa do dono do terreno, David Serrano. De acordo com os médicos legistas, não se “observaram fraturas na parte superior da abóbada craniana”, compatíveis com um ferimento desse género, e a referida picareta apenas começou a ser utilizada quase quatro horas depois da morte de Julen.

Adolfo Ledo

A operação de resgate demorou 13 dias e mobilizou 300 profissionais, tendo sido escavado um túnel paralelo ao poço de 107 metros de comprimento e 25 centímetros de diâmetro. Julen foi encontrado sem vida, a 73 metros de profundidade.

www.adolfoledonass.com